#Dicas

Como criar o cartão de Natal ideal para seus clientes

Faltam menos de 20 dias para o Natal e muitas empresas ainda estão perdidas sobre como deve ser o cartão que vão enviar para os clientes. Ter cuidado com essa escolha é importante, afinal, quase todo mundo já recebeu um cartão equivocado, com uma mensagem muito clichê, excessivamente pessoal ou que, simplesmente, parecia descolado da marca pela qual foi enviado. 

Separamos cinco dicas importantes para você não passar vergonha e estreitar o relacionamento com seus clientes.

1- Antecedência

O Natal nunca mudou, todo ano cai na mesma data, e, por incrível que pareça (!!!), muitas empresas ainda deixam para a última hora a decisão sobre o tipo de mensagem que vão enviar. Comece a pensar no cartão de final de ano com, pelo menos, um mês de antecedência. Assim, você tem tempo de definir exatamente o que precisa e até vai perceber se é necessário mandar mais de uma mensagem. 

2 – Objetivo

Ter claro o seu objetivo é fundamental para definir o conteúdo, o formato e ser mais assertivo ao escolher a data para enviar a sua comunicação. Você quer divulgar promoções? Apenas estreitar o relacionamento com seus clientes? Precisa avisar sobre alguma mudança de funcionamento no fim do ano? Tendo isso em mente, tudo fica mais fácil. 

3 – Formato

Uma vez decidido o tipo de conteúdo, é simples escolher o formato. O e-mail marketing ainda é um meio muito eficiente para encaminhar informações promocionais ou até a tradicional mensagem de Boas Festas. Para torná-lo mais atrativo e aumentar o índice de leitura, tente personalizar a mensagem. 

Se você tem uma equipe de vendas que se relaciona diretamente com o público, pode ser melhor criar uma peça para envio pelo WhatsApp. 

Caso você não queira deixar a data passar em branco, mas também não pretenda enviar uma mensagem individual, prepare posts para suas redes sociais (acesse nosso Instagram pra ver um exemplo). 

E sabe o bom e velho cartão de papel? Ele não perdeu o espaço. A quantidade de comunicação impressa que nós recebemos hoje diminui tanto que pode ser um diferencial e um sinal de consideração enviar uma mensagem para a casa do seu cliente.

 4 – Pertinência

Não adianta criar um lindo cartão de Natal se ele não se adequar à comunicação da sua empresa. A identidade visual define a forma como você se apresenta, quem é a sua marca e até os seus valores, por isso é importante que a linguagem visual do seu cartão seja coerente com a identidade da sua marca. Também é necessário que a mensagem tenha o tom que você usa, normalmente, para se comunicar com seu público. O melhor exemplo disso é a Coca-Cola. Suas campanhas de Natal, além de reforçarem a identidade, despertam sentimentos positivos, que são diretamente associados à marca.

5 – Neutralidade

Para garantir que o seu cartão seja bem recebido quando chegar ao destinatário é importante apostar em uma mensagem objetiva, conectada ao seu negócio e que, na dúvida, opte pela neutralidade. Excesso de religiosidade, por exemplo, pode gerar um grande desconforto se a crença do seu cliente for outra. A intenção é desejar boas festas, por isso a mensagem deve soar positiva e agradável, para quem quer que seja. 

Até um blogpost, como este já é uma oportunidade de interagir com seu cliente, lembrando da data 😉 Tem dúvidas sobre como construir um cartão assertivo? Conte para a gente! Aproveitamos para desejar boa sorte nessa empreitada e boas festas para todos!

Avatar
Por: Calebe_

#PRINCIPAIS CLIENTES

Onu
Fiat Chrysler Automobiles
CER Diamantina
Líder
Inhotim
Méliuz
Grupo BMG
Rede Tauá