#Dicas

E-mail marketing ainda funciona?

Nas últimas décadas, a internet revolucionou a maneira como fazemos publicidade e marketing. As pessoas passaram a dedicar uma parte muito significativa do seu tempo diário às redes sociais e atividades on-line. Por isso, empresas que queriam continuar chegando ao seu público precisaram migrar para esses ambientes.

“Empresas que costumavam usar a mídia para entregar informações, agora elas mesma tornaram-se a mídia” – Andrew Nachison, diretor executivo e cofundador da We Media

Hoje, o ponto de partida para uma boa estratégia de marketing digital costuma ser estar presente nas redes sociais em que o seu público está. Em meio a tantos canais, como Facebook, Instagram, Twitter e Linkedin, pode parecer que o correio eletrônico ficou para trás. E muita gente se pergunta: será que o e-mail marketing ainda funciona?

Desde que os computadores entraram nas nossas vidas para ficar, uma série de redes sociais surgiram e desapareceram. Essas plataformas vêm e vão, mas o e-mail sempre esteve lá, e continua sendo, hoje, a base para se registrar em qualquer outra forma de comunicação na internet. Também precisamos de um e-mail para fazer transações bancárias e comerciais on-line.

O primeiro sistema de correio eletrônico surgiu em 1965. Hoje, já são 2,9 bilhões de pessoas que tem um endereço de e-mail. Isso é mais de um terço da população mundial! A previsão para 2022 é que esse número chegue a 4,2 bilhões de usuários. 

O grande alcance é um motivo pelo qual o investimento em e-mail marketing ainda é, sim, importante. Mas não é o único. Reunimos cinco razões para você entender porque o e-mail marketing ainda funciona e deve continuar funcionando por muito tempo.

 

5 motivos para apostar no e-mail marketing

 

1. O e-mail pode fazer seu público se sentir especial

O e-mail marketing é uma estratégia direta de comunicação entre uma empresa e seu público, via correio eletrônico. O disparo pode ser feito por meio de ferramentas de mensagens para grupos segmentados de pessoas, permitindo que você personalize de acordo com as informações que você tem dos destinatários.

Essas ferramentas estão cada vez mais avançadas e inteligentes. A personalização aumenta a possibilidade de entregar aos clientes um conteúdo que foi feito sob medida para os interesses e desejos deles.

É por isso que o e-mail marketing é utilizável em diferentes momentos da jornada de compra. Isso significa um alto índice de conversão em vendas. Uma pesquisa da McKinsey, empresa de consultoria empresarial americana, mostrou que o e-mail é 40 vezes mais eficaz na aquisição de novos clientes do que o Facebook ou o Twitter, por exemplo.

 

2. Temos pouca escolha a não ser transformar o e-mail em um hábito

Para a maioria das pessoas, o trabalho e a vida pessoal exigem que você tenha um endereço eletrônico. É uma tecnologia simples e de amplo conhecimento, o que significa que você pode falar diretamente com consumidores de todas as faixas etárias. É por e-mail que recebemos demandas, tarefas, boas notícias, informações, frivolidades, mensagens de estranhos ou de pessoas com quem convivemos todos os dias.

A incerteza do que nos aguarda quando temos uma mensagem não lida na caixa de entrada nos mantém verificando os e-mails o tempo todo. Segundo um estudo da Adobe, as pessoas podem passar até três horas checando e-mails de trabalho e duas checando e-mails pessoais em um dia. Isso significa uma média de cinco horas diárias na caixa de entrada! 25% dos usuários checam o e-mail pessoal antes de sair da cama e 42% checam quando ainda estão se preparando para sair para o trabalho ou tomando café da manhã.

 

3. O e-mail garante a atenção plena de uma forma que outras redes sociais não conseguem

Uma vez que o cliente abriu sua mensagem de e-mail, ela vai ocupar toda a tela do dispositivo eletrônico que ele está usando. Outros tipos de anúncios, em redes sociais ou sites, ocupam apenas uma parte da tela e nunca são o conteúdo principal daquela página.

Uma pesquisa da MarketingSherpa concluiu que 72% das pessoas preferem receber conteúdo promocional por e-mail, em comparação com 17% que preferem receber nas mídias sociais. Sua mensagem tem seis vezes mais chances de receber um clique quando é enviada por e-mail do que quando é publicada em um tweet, segundo o Campaign Monitor, e  cinco vezes mais chances de ser vista por e-mail do que por Facebook, segundo esta pesquisa da Radicati.

 

4. É possível formar uma base de dados e ter feedback do cliente

O e-mail marketing permite que você solicite informação diretamente ao seu público, se você vincular um formulário de pesquisa à sua mensagem, por exemplo. Dessa forma, você pode saber quais dos seus produtos e serviços estão funcionando bem e quais precisam melhorar.

Você também pode conhecer melhor o gosto e os interesses do seus público e melhorar suas estratégias de comunicação. Assim, também fica mais fácil fidelizar o cliente.

 

5. Tudo isso tem custo baixo e retorno alto

O e-mail marketing é acessível a empresas de todos os portes porque disparar uma mensagem não custa muito, mas rende bastante. A estratégia é a grande vencedora do índice de retorno de investimento (ROI) no reino do marketing: 4.400% de retorno, o que significa US$ 44 ganhos para cada US$ 1 gasto.

Assim, o e-mail é uma ferramenta eficiente para se comunicar com o público e garantir que a mensagem adequada chegue até as pessoas certas com um índice de retorno financeiro campeão. Mas, como em qualquer outra estratégia de marketing digital, para garantir que a sua empresa vai obter todos esses benefícios,o uso do e-mail precisa ser bem planejado e executado. Veja a seguir quais cuidados não podem faltar nas suas campanhas de e-mail marketing.

 

Boas práticas de e-mail marketing

Menos é mais

Segundo o estudo de uso de e-mail de 2019 da Adobe, 43% das pessoas acham que o mais irritante em seus e-mails pessoais é receber mensagens com muita frequência. Ninguém gosta de uma caixa de entrada lotada o tempo todo com mensagens que não te interessam ou não são urgentes. Para receber menos e-mails, precisamos enviar menos e-mails. É mais importante acertar o conteúdo e o momento do disparo da mensagem do que enviar e-mails com muita frequência.

E-mail marketing não é spam!

Ainda segundo a pesquisa da Adobe, 33% das pessoas dizem que o mais frustrante na sua caixa de entrada é receber e-mails que não tem a ver com seus interesses. A diferença entre o e-mail marketing e o spam está no botão de ‘Unsubscribe’. Se a pessoa não está mais interessada em receber mensagens da sua empresa, ela deve ter a opção de cancelar a sua inscrição na sua lista de contatos.

Isso é positivo tanto para quem recebe as mensagens quanto para quem envia, já que as ferramentas de disparo de e-mails são pagas de acordo com a quantidade de endereços eletrônicos na lista de envio. É preferível investir em enviar mensagens apenas para quem está interessado no conteúdo.

Por esse mesmo motivo, também não é recomendável que você compre uma lista de endereços de e-mail para enviar o seu conteúdo. Crie um espaço no seu site ou no seu processo de vendas para que as pessoas forneçam o e-mail para você voluntariamente.

O design faz toda a diferença

O e-mail pode gerar uma boa experiência visual e interativa para os destinatários por meio de uma mistura atraente de textos, links, imagens, cores, vídeos, gifs etc. Isso pode ser feito com ferramentas de design e programação, da mesma forma que se constrói um site agradável e intuitivo.

Essa é uma das nossas preocupações na Calebe_. Acreditamos em um mundo com design, em todos os sentidos. Isso significa um mundo com produtos e serviços melhores e mais eficientes. Se você quer começar a se comunicar com seus clientes por campanhas de e-mail marketing para alavancar as vendas, fale com a gente.

Avatar
Por: Calebe_

#PRINCIPAIS CLIENTES

Onu
Fiat Chrysler Automobiles
CER Diamantina
Líder
Inhotim
Méliuz
Grupo BMG
Rede Tauá