Realidades mistas: o futuro já está aqui

08/06/2018
|

CAD-Realidades-Mistas

A série cinquentenária Star Trek, além de ser um ícone da cultura pop, antecipou diversas tecnologias que usamos hoje.  No mundo fictício do Capitão Spock, telas planas e celulares já existiam. Porém, uma tecnologia prevista pela série só está se tornando uma tendência agora, quase 52 anos depois do seu lançamento. Estamos falando das realidades mistas.

Por dentro dos Holodecks

Os personagens de Star Trek usavam os Holodecks como fonte de pesquisa e também de entretenimento. Por meio deles, era possível se colocar em outros lugares, sem sair de onde estava.

As realidades mistas não são muito diferentes do Holodeck. A principal diferença é que, com o avanço de outras tecnologias, não é necessário um quarto para acessá-las. Elas podem estar no seu celular, televisão ou computador, por exemplo. Misturando realidade virtual e aumentada, a realidade mista é capaz de te colocar em um novo mundo, criando uma experiência única.

Realidade virtual

Ken Pimentel, Senior Product Manager da Epic Games, define a realidade virtual como o uso de alta tecnologia para convencer o usuário de que ele se encontra em outra realidade, provocando o seu envolvimento por completo. Para além de uma simulação da realidade, a RV pode ser apreendida como a criação de um universo não real, mas com alto nível de verossimilhança. Por suas características, é muito utilizada por gamers, mas há tempos já deixou de ser uma tecnologia de nicho.

Para atingir esse universo fantástico – ou simplesmente visitar Paris ou Londres sem sair de casa – podem ser usados objetos como óculos, luvas, capacetes ou até o teclado e mouse do seu computador.

Um dos dispositivos mais conhecidos de realidade virtual é um óculos de papelão criado pela Google. De baixo custo, o óculos funciona com modelos básicos de smartphone e te leva a viagens incríveis. Dá para comprar com um clique.

CAD-Google-Cardboard

Realidade aumentada

Diferente da realidade virtual, que trabalha apenas com elementos que não estão no espaço, a realidade aumentada mescla elementos virtuais a reais. Concebida em 3 dimensões, ela é interativa, processando dados para criar objetos virtuais que condizem com a situação. Apesar de parecer uma coisa completamente nova, a realidade aumentada já havia sido concebida em 1901 pelo cientista Lyman Frank Baum, que imaginava um aparelho que misturasse objetos virtuais ao mundo real.

Para os pesquisadores desta tecnologia, um dos pontos mais importantes é a interação, que deixa de depender de interfaces para se estender a todo o ambiente em volta.

Atualmente, empresas como a BMW e Apple investem em pesquisas de realidade aumentada, voltada principalmente a espaços abertos.

Um exemplo bem sucedido que se tornou muito popular é o jogo Pokemon Go. Responsável por trazer de volta o sucesso da animação japonesa, o jogo espalhou bichinhos por diversos locais, criou problemas em museus e cemitérios e mobiliza, dois anos depois de seu lançamento, uma comunidade mundial de jogadores.

Realidades mistas e seus usos

A realidade mista propõe uma experiência interativa entre nossos dois mundos: real e virtual. Enquanto na realidade aumentada não é possível interagir com os objetos virtuais, nas realidades mistas você é realmente imerso naquele universo.

Apesar de estar aparecendo agora, especialmente depois do lançamento das Hololens, da Microsoft, a realidade mista (ou híbrida) já é estudada desde os anos 60. Em 1994, o conceito foi citado em um artigo Paul Milgram e Fumio Kishino.

Ainda está confuso? Vamos pensar em relações de interação: há muito é estudada a relação de interação homem – computador. Há algum tempo, passou a interessar também a interação entre computadores e ambiente, chamada de Percepção. Temos ainda a relação humano – ambiente, essa que conhecemos muito bem. A realidade híbrida é a interseção entre essas três interações, projetando um novo ambiente e novas possibilidades de interação.

Os usos deste tipo de tecnologia podem variar bastante e estão ligados a outras tendências, como as novas formas de trabalho e consumo.

Influência no trabalho

Quer as vantagens do home office sem a pressão de ser autônomo? A realidade híbrida te dá uma forcinha! Basta sentar no seu escritório em casa, colocar seus óculos e de repente estar exatamente no seu escritório, com seus colegas do lado. O mesmo procedimento vale para reuniões, entrevistas de emprego e até viagens de trabalho.

Com as mudanças que vem acontecendo nos modos de trabalhar, que incluem o nomadismo digital e o trabalho remoto, as realidades mistas podem ser a melhor maneira de estar no escritório sem precisar ir até ele.

Atendimento ao cliente

Agendar reuniões, visitar o cliente, dar suporte: atividades que tomam muito tempo e podem desgastar a relação com o seu consumidor. Além de humanizar esse atendimento de uma maneira que ligações e videoconferências jamais conseguiriam, a realidade mista economiza tempo e gastos de deslocamento, tanto para o cliente quanto para a empresa. Além disso, profissionais como médicos podem fazer atendimentos rápidos sem precisar sair do consultório.

Entretenimento e lazer

Se na realidade virtual, basta colocar um par de óculos e caminhar por Paris, na realidade híbrida é possível interagir com a cidade. Ao diminuir os custos de lazer e entretenimento, essa tecnologia proporciona opções variadas e acessíveis de viagens, shows, passeios.

E nos negócios?

O Facebook apontou a realidade mista como uma tendência forte, que estará acessível e presente entre nós até 2020. Os investimentos da Microsoft na HoloLens só aumentam.

No mesmo passo, a conveniência nas compras é um fator cada vez mais relevante para a experiência do cliente.

Com as pessoas se adaptando cada vez mais aos gadgets e as linhas entre vida real e espaço virtual se desvanecendo a passos largos, o marketing – e toda a indústria da comunicação – precisarão se adaptar a esta nova realidade.

Se isso parece assustador, tente se lembrar de quando vivíamos sem celular e do medo que as pessoas sentiram de ter um objeto que vigiaria todos os seus passos. Nós somos adaptáveis a tecnologias que tornam nossas vidas mais práticas e que demandam menos esforço físico e intelectual. Além disso, a realidade híbrida fornece uma experiência sensorial que nenhuma tecnologia entregou até hoje, mesclando a parte técnica e a parte humana de nossas necessidades de maneira magistral.

Se você tem dúvidas de que a realidade mista impactará no seu negócio, se pergunte: você conseguiria traçar uma linha clara entre o real e o virtual na sua vida hoje?

Maria Caram

Leia também:

O poder dos influenciadores

18/07/2018
|

Os influenciadores digitais são as celebridades de uma geração hiperconectada. Mas você sabe como trabalhar com eles na sua marca?

UX: contando uma história dentro e fora do mundo digital

19/06/2018
|

A experiência do usuário extrapola os meios digitais e deve ser coerente em todas as mídias e meios físicos. Vem conhecer mais sobre essa maneira de reforçar sua imagem de marca!